Vila Cajueiro

Acontece na Vila

Fevereiro em Caraíva: a deliciosa “baixa da alta”

O verão em Caraíva também tem diferentes tons. Mas não de cinza, e sim de muitas cores! 🙂 No reveillon e primeira quinzena de janeiro, a vila se torna super agitada. Na segunda quinzena de janeiro, a quantidade de festas e eventos se torna mais amena. E em finais de janeiro e início de fevereiro, temos o que chamamos da “baixa da alta”, que é o período que os visitantes mais assíduos de Caraíva adoram.

Nessa época, em que o verão está ainda em seu pleno esplendor, Caraíva retoma as suas características mais valiosas: a vilazinha em que você dá bom dia pra todos na rua, em que você para na porta da Loja pra tomar um cafezinho e acaba conhecendo um futuro grande amigo, o forrozinho na Cachaçaria, sem filas na porta e em que todos se cumprimentam. O por do sol na beira do rio enquanto as crianças brincam na frente da ONG. Enfim, uma época deliciosa, e muito preciosa, que traduz o espírito da vila até melhor do que o alto verão.

Sobre a infraestrutura nessa época, fique tranquilo. Já se foi a época em que os serviços de Caraíva funcionavam apenas no alto verão. Hoje em dia, vários restaurantes seguem abertos praticamente o ano inteiro. Destaques para a Cachaçaria (excelente gastronomia, nível SP), Restaurante do Lagoa, Mangue Sereno (deliciosas massas caseiras), Jardim Sushi (sim, Caraíva tem sushi, e é maravilhoso!), Casinha Gourmet (um delicioso kilo gourmet, na rua paralela à praia), entre outros.

O forrozinho e a programação cultural seguem acontecendo também. Se não todo dia, quase todo dia. E nos dias em que não há nada oficial programado, é muito fácil ver uma roda de violão na beira do rio. Os frequentadores dessa época justificam a preferência: “menos é mais”.

E você, está esperando o que pra vir curtir o verão aqui conosco? 🙂

Comente

 

Compartilhar no Facebook